Planos de Saúde Foram Campeões de Reclamações

Planos de Saúde Foram Campeões de Reclamações
5 (100%) 1 vote

Eu pensei que fossem as operadoras de telecomunicações ou de cartão de crédito, porém me enganei. O setor de saúde privada foi o campeão das reclamações feitas ao Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) em 2017.

Os planos de saúde lideraram as reclamações feitas ao Idec no ano de 2017. De acordo com o órgão de defesa do consumidor, o setor foi responsável por 14,53% das reclamações do total de 11.353 atendimentos feitos ano passado.

O segundo lugar no ranking dos promotores de insatisfação ficou com o setor de produtos eletroeletrônicos, como a linha branca:

  • Refrigeradores;
  • Freezers;
  • Fogões;
  • Lavadoras,
  • Celulares;
  • Eletrodomésticos;
  • Eletrônicos.

Este setor registrou em 2017, 13,33% do total de reclamações.

As instituições financeiras tentaram, mas não conseguiram uma colocação melhor do que o terceiro lugar em 2017, porém chegaram à reta final quase empatados com o segundo lugar.

Com 14,17% das reclamações feitas ao Idec em 2017, as instituições financeiras conseguiram apenas o terceiro lugar neste ranking.

Planos de Saúde Foram Campeões de Reclamações

Planos de Saúde Foram Campeões de Reclamações

Em seguida, aparecem as empresas de telecomunicação, com 13,17% das demonstrações de insatisfação, o que, de fato, me surpreendeu, dada a notória insatisfação generalizada como o novo serviço de Internet 3G.

Também apresentaram número expressivo de queixas os setores de energia elétrica, veículos, educação, lazer e entretenimento, que, juntos, significaram mais de 20% dos atendimentos.

Para o Idec, as reclamações contra os planos de saúde, bancos e empresas de telefonia são motivadas por falhas na regulação e fiscalização desses setores.

O instituto lembra que esse papel cabe à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel ) e ao Banco Central (BC).

Via Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *